Temple of the Dog se reúne em show do Pearl Jam

quinta-feira, 8 de outubro de 2009


Um concerto do Pearl Jam no Anfiteatro Gibson em Los Angeles na última terça-feira se tornou o cenário de uma breve reunião do Temple of the Dog quando Chris Cornell se juntou a banda em "Hungerstrike", hit de 1991. A performance uniu os principais membros do Temple of the Dog - Cornell, Jeff Ament, Stone Gossard, Matt Cameron, Mike McCready e Eddie Vedder como backing vocal - pela primeira vez desde 2003, quando os ícones do grunge de Seattle se juntaram na Califórnia para tocar “Hunger Strike” e “Reach Down”.

Segundo o site da Rolling Stone, o guitarrista Kim Thayil e o baixista Ben Shepherd, ex membros do Soundgarden, foram ao show com Cornell para dar uma checada em como o baterista Matt Cameron, ex-Soundgarden e atual Pearl Jam, estava se saindo com a nova turnê. É primeira vez que eles são vistos juntos em público em mais de uma década.

Confira uma gravação da apresentação:


E se essa já não foi uma noite de honra ao grunge o suficiente, o Pearl Jam reservou outra surpresa de Seattle para o show, chamaram ao palco Jerry Cantrell do Alice in Chains para tocar Alive:


O Temple of the Dog foi um projeto temporário de alguns amigos em homenagem ao cantor Andrew Wood que foi vocalista das bandas Mother Love Bone e Malfunkshun, pioneiras do grunge, e morreu em março de 1990, vítima de uma overdose de heroína.

Gravaram um único álbum auto-intitulado, que saiu pela A&M Records, em 1991. O disco recebeu críticas positivas, mas só teve a atenção que merecia depois que o Pearl Jam - banda formada por Gossard, Ament, Vedder e McCready após o fim do Temple of the Dog - estourou ao redor do mundo com seu primeiro disco,
“Ten”.

Um comentário :

PPK disse...

Perfeito!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Copyright © 2016. Ninho da Mente